Estilo Decor - Urban Jungle - O ponto de equilíbrio

A cidade gerou o urban jungle


A grande concentração urbana das cidades, durante séculos, foi o terreno perfeito para o crescimento desta nova espécie que brotou naturalmente em meio a tantos estilos.

É verdade o que muitas pessoas vão dizer: "Minhã mãe e minha avó já gostavam de encher a casa de vasos de plantas". Sim, e é também verdade que essas pessoas usavam retornáveis e embalagens de papel, super ecológicas e sustentáveis em seu estilo de vida. Mas não era moda... ainda.


Tenho observado ao longo de algumas décadas (eu não sou novinho, ufa), esse movimento. Na minha casa havia vasos e vasos de plantas, de forma caótica. Eu achava feio, hoje acho lindo. Uma geração paralela, que começou a usar roupas de brechó e estilos retrô, com alguns integrantes confundidos com o s hipsters, foi o vetor que manteve essa tradição viva. Além é claro, do esforço das lojas de paisagismo, e uma grande dose de bom senso e amor pela vida. Encher a casa de plantas, é lindo. É certo que estou simplificando: muita gente de linha alguma é fã de plantas, afinal de contas, nossa natureza é a mesma, nas profundezas da alma - tanto que há uma boa quantidade de lendas mitos de diversas culturas, e fatos sobre nossa origem ser... num jardim, o Éden por exemplo. Ninguém ousaria dizer que não viemos do "jardim primordial"...


Estilo brasileiro ou mundial


Também alguém poderá dizer que isso é coisa de brasileiro. Engano, é mundial. Mas como muitas espécies são nativas do Brasil. Nas casas lá fora "no estrangeiro" (cujos iniciais exemplares no Brasil receberam o nome de "jardins de inverno", nome que só faze sentido lá naquelas bandas do norte, abrigavam e abrigam plantas contra o frio, plantas tropicais... podemos ver muitas costelas de adão, espadas de são jorge, marantaceas (forrações folhagens desenhadas lindas), pteridófitas (samambaias) pendendo sobre as cabeças... Nós temos como mato. Eles pagam caro, por um exemploar, de jibóia ou bananeira por exemplo, e o esforço é grande para mante-las vivas devido ao inverno. Por isso, jardins de inverno. Sua origem remonta ao séc. XVII, europeu, e geraram obras arquitetônicas como o palácio de Cristal de Curitiba ou Petrópolis, que são basicamente estufas, onde a luz entra, esquenta o clima local e sustenta a vida sem o gelo.





Também é uma tradição do modernismo brasileiro encher o mundo de plantas, graças em parte ao terceiro pilar do trio modernista mais famoso (Oscar Niemeyer. Lucio Costa e o badalado Burle Marx). Dessa forma, após o domínio do modernismo no final do século passado, somado a influencia de Burle Marx + as mamães e vovós da vida, temos o produto da brasilidade pós moderna ecofriendly e despojada do materialismo "boomer": urban jungles, que traduzido do inglês, é naturalmente, "selva urbana".


Pulmão do mundo?


Apesar de todo o auê sobre a funcionalidade das plantas sobre a atmosfera dentro da residencia, eu arrisco dizer que é uma bobagem já que normalmente abrimos as janelas e trocamos todo o ar rapidamente. E atualmente todos já sabem que são os oceanos que filtram o grosso da atmosfera, e não as selvas. Portanto, é mais uma questão de imagem conceitual ecológica, do que efetivamente, funcionalidade atmosférica, para caso alguém justifique esta linha estética como um apelo ecológico real. É claro que mais plantas são ótimas, mas uma calçada mal cortada tem o mesmo tanto de plantas que um apartamento com bandeira... E também, para esclarecer o termo "sustentável" (nem todos estão totalmente conscientes da tradução correta), vamos considerar que significa fazer parte de um ciclo de consumo. Hortas em casa de temperos são sustentáveis, um vaso de Ficus lyrata não é. Então...


Amo


Porém, como fica evidente pelo textão, eu sou super adepto dessa linha, e por isso minha casa é uma urban jungle - só não tem mais plantas porque não entra a quantidade de luz que eu gostaria, e porque não cabe mais. Eu amo plantas, elas tem um poder de acalmar o coração e a mente que nada pode se comparar. Além disso, apaixonado pelo Brasil como sou também, como dizem, junta-se a fome coma vontade de comer!




Palavras chave #decoração #designdeinteriores #arquitetura #arquiteturadeinteriores #urbanjungle #tropical #brasil #brasileiro #brasilidade #plantas #vasos #vegetação #ecologico #sustentável #arquitetosaopaulo #arquiteturasaopaulo



Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square